O Jogo do Bicho - História

O Jogo do Bicho é uma invenção brasileiríssima, assim como a capirinha, o samba e o Carnaval. Sua origem remonta ao fim do Império e início do período republicano.

Jornais da época contam que, em 1892, para melhorar as finanças do jardim zoológico, localizado no bairro da Vila Isabel, em dificuldades financeiras, no Rio de Janeiro, o senhor de terras e escravos e também fundador do zoológico João Batista Viana Drummond, criou uma loteria em que o apostador escolhia um entre os 25 bichos impressos nos ingressos. Pontualmente às 5 da tarde, sorteava um deles. Quem tivesse a figura vencedora ganhava 20 vezes o valor da entrada. No início, todo visitante do zôo recebia um bilhete com a imagem de um bicho. Mas, a partir de 1894, cada um podia comprar quantos bilhetes quisesse. A partir daí, o Jogo do Bicho deixou de ser um sorteio e se transformou em uma espécie de Loteria.


O primeiro sorteio ocorreu num domingo, em 3 de julho de 1892. O bicho sorteado foi o avestruz. Nessa ocasião também havia para o público outros entretenimentos, porem o jogo conseguiu maior aceitação e mais repercussão na imprensa diária, mais até do que a própria reinauguração do zoológico.


Os bichos passaram então a ser representados individualmente pela seqüência numérica de quatro unidades, compreendidas de 01 a 00 nos dois dígitos finais, haveria 25 bichos que respeitada a sua ordem alfabética eram distribuídos em progressão aritmética múltiplas de quatro de 01 a 00. Ao final do dia, os organizadores do jogo revelavam o nome do bicho vencedor e afixavam o resultado num poste, o que até os dias de hoje continua sendo feito.


O Jogo do Bicho permitia apostas de "simples moedas a tostões furados", e isso em uma época em que a recessão tomava conta do Brasil. Essa modalidade de jogo rapidamente se alastrou pelo país e tornou-se para o pobre algo comparável à bolsa de valores para os mais abastados.


Desse modo, quase sempre "investindo" com poucas moedas, o apostador nunca deixava de "aplicar" na sua "bolsa de valores", talvez a maior a céu aberto do mundo, e que deu origem à expressão: "só quem ganha é quem joga".


A organização do jogo preserva uma hierarquia como a de atores, teatro e platéia (banqueiros, gerentes e apostadores).


Nessa hierarquia, o "banqueiro" é quem banca a totalidade do jogo e quem paga a banca. O "gerente de banca" ou do ponto, é quem repassa as apostas ao banqueiro e o prêmio ao vendedor. O vendedor é agregado ao gerente de banca e é quem escreve e quem intermedia pagamento entre o apostador e o gerente. A banca e o ponto não necessitam de um lugar fixo para operar e seus funcionários são freqüentemente encontrados nas ruas sentados em cadeiras ou caixas de frutas. Em outras regiões do Brasil , pode-se entrar em contato por telefone, e um motoboy vêm buscar o jogo em sua casa ou trabalho.


O Jogo tem algumas regras que estipulam limites nas apostas: um exemplo é a "descarga" de alguns números muito apostados, como o número do túmulo de Getúlio Vargas ou número do cavalo no dia de São Jorge. Para alguns organizadores os números muito jogados são cortados afim de evitar a "quebra da banca" tanto por parte das bancas de apostas como durante a apuração no sorteio.


Pelo fato de ser uma atividade que envolve dinheiro não controlada pelo governo, o jogo tem atraído a atenção das autoridades corruptas e criou-se um complexo e eficiente sistema para a realização da venda de facilidades.


A Paraíba é o único estado da Federação onde o jogo é considerado legal. As "corridas" (extrações dos números premiados) são feitos pela Loteria do Estado da Paraíba (Lotep) e o estado cobra taxas dos "banqueiros". Em razão disto, não é explorado pelo mundo do crime. Outros estados como Pernambuco usam as "corridas" da Paraíba como resultado oficial. Corre uma história de que durante a ditadura militar, o presidente Castelo Branco, numa reunião da SUDENE em Recife, teria cobrado do então governador João Agripino a extinção do jogo na Paraíba. Agripino teria respondido ao então presidente: "Acabo com o Jogo do Bicho na hora em que o Senhor arranjar emprego para os milhares de Paraibanos que ganham a vida como cambistas". E o jogo continua livre.



O Bicheiro


Bicheiro é o empresário responsável pelo jogo, uma loteria ilegal muito popular no Brasil, além de comandar as escolas de samba, como no Rio de Janeiro.


Um dos maiores representantes dos Bicheiros foi o Dr. Giovanni (José Wilker, Senhora do Destino), com seu costume de trocar as letras.

Nota de Esclarecimento!

Este site é apenas informativo e NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS. Não temos qualquer relação com o "Jogo do Bicho" ou o "Tele Bicho". Não recebemos apostas, não fazemos “bolão”, não recebemos dinheiro dos visitantes deste site e NÃO INCENTIVAMOS APOSTAS. Apenas divulgamos os resultados que também são amplamente divulgados em outras diversas mídias do país, imprensa escrita e falada, como jornais e rádios. Somos apenas fãs dessa loteria que é um "Folclore Nacional".